14 de Jun / 2019
A Justiça determinou que o município de Caldas Novas, não faça mais shows, eventos de inauguração e publicidades enquanto não pagar dívidas com fornecedores. Além disso, o acerto tem que ser feito em ordem cronológica a partir da contratação. A prefeitura informou que vai recorrer da decisão.
 
O município não informou há quanto tempo está em atraso com fornecedores e nem o valor da dívida. Mas disse que “o fato em si, que provocou a referida decisão, já foi solucionado”, pois mesmo antes da decisão, já colocou a questão “como prioridade”.
 
Além disso, a Justiça determinou o afastamento por 180 dias do secretário de Finanças, Humberto da Silva. A prefeitura também não informou se essa ordem já foi cumprida.
 
Na decisão, dada no dia 4 de junho e publicada essa semana, o desembargador Orloff Neves Rocha aponta que a determinação tem o objetivo de “conter o gasto desenfreado do dinheiro público, que deve ser destinado, nesse momento, especialmente para o saneamento das contas do Município, que não são poucas”.










Create Account



Log In Your Account