Caso o paciente não consiga vagas nos hospitais da rede pública, o município deverá pagar um hospital particular

28 de Abr / 2017
Na noite de quinta-feira (27) o Lista Pires do Rio recebeu uma informação de que havia no hospital municipal um paciente necessitando com urgência de uma transferência para Goiânia, alem de ser paraplégico o paciente apresenta em seu quadro clínico, câncer e infecções por bactérias multirresistentes.




O caso do cidadão Gerson Dias de Lima foi parar no Ministério Público. O Juiz de Direito Helio Antônio Crisostomo de Castro encaminhou para a prefeitura municipal de Pire do Rio uma medida liminar para que no prazo de 24 horas o município providencie o encaminhamento do mesmo para um centro de saúde especializado. 

Mesmo que o município não seja responsável por conseguir vagas ficou firmado em processo o encaminhamento ou o custeio de um hospital particular, parte da intimação cita que: "segundo imposição constitucional, está incumbido de prestar assistência médica, realizar exames e fornecer medicamentos à população, declarando o direito do paciente de ser internado em unidade hospitalar que disponha de tratamento adequado, conforme determinação médica". O prazo determinado pelo Juiz encerra hoje dia 28 às 10 horas da manha.










Create Account



Log In Your Account