01 de Jul / 2019

A Promotoria de Justiça de Orizona promoveu, na quarta-feira (26/6), a premiação do concurso #NãoéVantagem, uma iniciativa da área da Infância, Juventude e Educação do Centro de Apoio Operacional do Ministério Público de Goiás. No total, a campanha recebeu 28 trabalhos de estudantes, que concorreram em duas categorias: do 1º ao 5º ano e do 6º ao 9º ano do ensino fundamental. O concurso visa levar ao ambiente escolar reflexões sobre as formas de prevenção e combate aos atos de corrupção e difundir os conceitos de ética e honestidade.





Em sua fala no evento, o promotor de Justiça Paulo Eduardo Penna Prado enalteceu o caráter pedagógico do concurso, afirmando que o combate à corrupção é marco civilizatório fundamental de um País. Ele apresentou também relato das iniciativas desenvolvidas no município ao longo de mais de um ano de parceria com as escolas municipais e estaduais. Neste sentido, destacou as capacitações oferecidas aos profissionais da educação, as palestras ministradas aos pais e alunos, assim como os projetos de valorização dos estabelecimentos de ensino e de envolvimento da comunidade com a vida escolar.

O evento, realizado no auditório do Tribunal do Júri da comarca, contou com a presença do prefeito de Orizona, Joaquim Augusto Marçal; da vice-prefeita, Roseli Gonçalves Caixeta Mesquita; da secretária municipal de Educação, Adriany dos Santos; da psicopedagoga Ivana da Silva Guimarães Pereira, além dos diretores, coordenadores, professores das escolas participantes, os alunos e seus responsáveis. Durante a entrega dos prêmios, o promotor Paulo Eduardo Penna Prado foi homenageado com uma placa pela Secretaria de Educação pelos relevantes trabalhos desenvolvidos na área da educação no município de Orizona.

Os vencedores do concurso foram: a aluna Yasmym Victória Costa da Silva, da Escola Municipal Guilhermina Pereira de Freitas, sob orientação da professora Noelma da Costa, e a aluna Maria Eduarda Gonçalves Vieira, da Escola Municipal Francelino Nunes de Paula, sob orientação da professora Francisca de Sousa Porto. A premiação foi uma bicicleta e um leitor digital para as estudantes e um leitor digital para as professoras. Todos os alunos participantes receberam um certificado de participação.


Fonte: MPGO








Create Account



Log In Your Account